Saiba como aumentar as vendas da sua empresa neste início de ano

março 9, 2022

Apesar de haver diversas técnicas de venda, é necessário entender quais são as que realmente funcionam no seu nicho de atuação. Confira as principais dicas para aumentar as vendas da sua empresa!

Normalmente o início do ano funciona como o “fim de mês” para muitas pessoas, devido à obrigação de realizar diversos pagamentos, processos burocráticos, matrículas, quitação de dívidas, entre outros. 

Por isso, para quem empreende, é ainda mais importante planejar estratégias e ações relevantes para aumentar as vendas e manter a lucratividade. Como superar as dificuldades e os imprevistos desse período e, assim, obter melhores resultados?

Pensando em ajudar você, a nossa equipe reuniu as melhores dicas para cumprir o desafio de aumentar as vendas da sua empresa no início do ano. Prossiga na leitura deste artigo e descubra como fazer isso!

Por que vender mais no início do ano é mais difícil?

Além de o começo do ano envolver muitos gastos tanto na vida pessoal quanto profissional das pessoas, como impostos e cobranças mais altas em geral, também é um período próximo a muitas datas especiais, como Black Friday, Natal, ano novo, férias, volta às aulas e carnaval. 

Não é à toa que os meses de janeiro e fevereiro são reconhecidos como os piores do ano para muitos empreendedores, principalmente quando o assunto é fechar vendas, conseguir mais clientes, reduzir despesas e aumentar o faturamento.

Como aumentar as vendas no começo do ano?

Ao identificar as típicas dificuldades dos primeiros meses do ano, é preciso entender quais estratégias podem ser utilizadas, alinhadas aos objetivos da sua empresa, para oferecer experiências melhores aos clientes e vender mais produtos ou serviços.

Confira, a seguir, as oportunidades que você pode aproveitar para captar e reter mais clientes não apenas no início do ano, mas ao longo dos meses, e aumentar as vendas com mais eficácia e segurança. Vamos lá!

Analise o histórico de vendas e os resultados do ano passado

Como foi o cenário de vendas da sua empresa no ano que passou? Por mais que os resultados sejam referentes ao ano anterior e tenham havido muitas mudanças desde então, é válido avaliar quais metas foram alcançadas, entre outros pontos como:

  • qual período teve mais vendas;
  • quais produtos ou serviços foram mais vendidos;
  • em quais meses a produtividade e o engajamento da equipe foram melhores;
  • como as transformações do mercado, da tecnologia e economia impactaram os seus processos;
  • quando a atração de clientes foi maior;
  • qual foi a diferença entre a expectativa e realidade dos resultados obtidos.

Entenda as necessidades do seu público

Após rever o retorno conquistado com as estratégias utilizadas no ano anterior pela sua organização, você deve analisar também quais são as necessidades e preferências do seu público. Quais foram as soluções mais procuradas pelos seus clientes? Quais feedbacks foram enviados a partir das soluções oferecidas?

Vale fazer alguns desses questionamentos para perceber quais ações foram mais relevantes no objetivo de aumentar a carteira de clientes e qual foi o período de melhores resultados para as vendas. Isso pode ajudar você a entender os perfis dos clientes e, dessa forma, se preparar com mais assertividade para os próximos passos.

Defina as metas a serem conquistadas nesse novo ano

Com o ano anterior revisado, é chegada a hora de traçar os objetivos e as metas deste ano. Eles não vão estar escritos em pedra, então podem mudar ao longo dos meses, mas é fundamental defini-los com base em dados obtidos para elaborar um planejamento mais estratégico.

Para conquistar as metas definidas com mais eficácia, é preciso ter atenção a alguns pontos, entre eles:

  • estabelecer metas que realmente podem ser alcançadas até o mês de dezembro;
  • ter uma comunicação transparente com a equipe;
  • definir os objetivos e as metas com clareza;
  • oferecer atendimentos personalizados e ágeis aos clientes;
  • traçar um cronograma, dividindo os próximos passos com prazos e equipes responsáveis por cada um;
  • entender os recursos financeiros e tempo disponíveis para o cumprimento das tarefas;
  • criar metas alinhadas aos propósitos e às necessidades atuais da empresa.

Além disso, é válido transformar metas mais amplas em objetivos específicos e palpáveis, como: em vez de simplesmente ter como meta desenvolver a sua empresa, você pode traçar o objetivo de “aumentar o faturamento em 40% ao ano”.

Coloque as estratégias de vendas em ação

Ainda não sabe como começar a colocar tudo em prática? Depois de se basear em dados, no perfil do seu público, no cenário da economia e do mercado, e de traçar as metas a serem conquistadas ao longo do ano, vale pensar nas estratégias a serem implementadas para abrir novas oportunidades em sua empresa.

Quais são as datas comemorativas que podem ser utilizadas a favor dos seus serviços ou produtos no início do ano? Como está a presença digital do seu negócio? Como tem sido feita a comunicação com a sua equipe, com os seus parceiros e seus clientes? Qual é a frequência dos treinamentos oferecidos aos seus colaboradores?

Essas são algumas questões a serem exploradas para entender quais estratégias devem ser utilizadas nas próximas etapas desse processo. O seu plano estratégico não deve abordar apenas o momento da venda, mas também a hora de atrair mais clientes e o período de pós-venda para melhorar o relacionamento com o público e expandir as possibilidades de venda.

Cada uma das dicas que reunimos aqui para ajudar você a aumentar as vendas no início do ano envolvem planejamento, estratégia, análise e organização. Então é recomendável contar com a ajuda de ferramentas tecnológicas e profissionais especializados em gestão, finanças e marketing para vender mais e manter um bom fluxo de caixa ao longo dos meses.

Esperamos que este conteúdo tenha inspirado você a traçar formas de ter um amplo crescimento nos resultados de gerenciamento e lucratividade do seu negócio neste ano.

Acompanhe o nosso blog para conferir mais dicas sobre empreendedorismo, gestão de negócios, vendas, tecnologia, finanças e marketing.

×